MENU_ // detalhe // Exposição "A Soma Das Partes" de Cruzes + Vargas

Subscrever newsletter
Exposição "A Soma Das Partes" de Cruzes + Vargas

Exposição "A Soma Das Partes" de Cruzes + Vargas = 3

Patente de 14 de Maio a 30 de Junho
Inauguração: 14 de Maio às 17:00
Horário: Segunda a Sexta das 10:00 às 18:00
Local: LAC - Laboratório de Actividades Criativas
Entrada livre

 

Sinopse

"O todo é maior do que a simples soma das suas partes”.


Cruzes + Vargas = 3 é um projeto artístico no qual é possível identificar desdobramentos desta proposição. Da colaboração entre Ricardo Cruzes, artista, e Rui Vargas, arquiteto, resultam formas plásticas estruturadas a quatro mãos, não se detectando com facilidade onde acaba o traço de um e começa o rasgo criativo de outro. Não apagam, no entanto, totalmente as marcas do confronto e a consciência da diferença de conhecimentos, experiências, metodologias e percursos profissionais de cada um, formulando uma importante metáfora do encontro de culturas, ao comprovarem a fecundidade construtiva da tensão entre duas (ou mais) partes individuais, que resulta num terceiro elemento, um «outro», com características próprias e significados inovadores, maior do que a adição A + B. Com o mar do Algarve na paisagem, em particular a vista que a cidade de Lagos (outrora, a Zawaia islâmica) oferece e abre à viagem (real e imaginária), e com as influências que Vargas traz do seu contacto profissional regular com povos do Médio Oriente – Kuwait, Bahrain, Qatar e Dubai -, visíveis em motivos, padrões e cores que se repetem, lembrando as tapeçarias das mulheres beduínas, Cruzes e Vargas descobrem actual- mente na conexão histórica entre as culturas árabe-islâmica e portuguesa substância narrativa para explorar, compor e comunicar o potencial criativo inerente à colaboração artística e ao diálogo intercultural. O cruzamento da experiência de Vargas no campo da Arquitectura e o seu conhecimento sobre a arquitectura tradicional e moderna islâmica, e o domínio de Cruzes sobre diferentes princípios, materiais e técnicas artísticas, evidencia-se nas concepções de volume e espaço percebidas nas suas peças, ao nível das formas – com a figura do cubo, tridimensional, planimétrico e negativo, a merecer destaque –, dos lugares e ambientes que as peças ocupam – como a praia, que confere dimensões novas, sensitivas e semânticas, ao objecto artístico ao mesmo tempo que acentua a sua efemeridade -, dos ângulos de observação criados pelo registo fotográfico – que produz coordenadas horizontais e verticais -, ou ainda ao nível da performance – com a presença de um corpo humano, feminino, ocultado por niqab preto, que ora acentua o carácter efémero da instalação plástica ora contribui para intensificar o conflito entre tradição e liberdade, entre real e ideal.


Mas, a despeito e antes de qualquer interpretação, no trabalho de Cruzes + Vargas sente-se primeiro a intuição, o jogo da imaginação e o prazer da experimentação, a energia criadora que nasce do diálogo, da polifonia e do caminho que fazem entre as ideias.

 

Bio Cruzes


Habilitações Académicas: 1998 - Licenciatura em Pintura-Vertente Design, pela ARCA-EUAC; Escola Universitária das Artes de Coimbra 1999 - Curso de software para Design Gráfico - Macintosh - pela FLAG Lisboa 2001 - Curso de Web Design pela ETIC - Escola Técnica de Imagem e Comunicação de Lisboa.


Experiência: Concepção, gestão e produção de projectos criativos com abrangência às multidisciplinas do design, desde 1998; Orador convidado pelo Museu Nacional de Arqueologia no âmbito da implementação do site do Museu premiado pela UNESCO em 2002. Direcção criativa em projectos Web | Design | New Media; Intensificação da atividade artística/plástica desde 2005 com demonstrações públicas a partir de 2006.

 

Bio Vargas


Rui Miguel Vargas nasceu em Faro 1976, tendo-se licenciado em 2000 no ISMAT. Durante os seus estudos frequentou também o Instituto Politécnico de Milão por um período de 2 anos. Criou o atelier ORV Arquitectura em Faro em parceria com Osvaldo Sousa extinto no ano de 2011 e funda o atelier AAP (Associated Architects Partnership) que coordena em parceria com os seus sócios.Actualmente com escritórios em Portugal e Kuwait que coordena com os seus sócios. Atualmente com escritório em Almancil, Lisboa e Kuwait onde desenvolve atualmente a grande maioria do seu trabalho no Kuwait e recentemente no Bahrain, Qatar e Dubai. O seu trabalho como arquitecto foi publicado em revistas e exposições da especialidade