Projectos // detalhe // “Os Sons Daqui”

Subscrever newsletter
“Os Sons Daqui”

22 Setembro | 19h18-21h00 
Entrada Livre 
Monumentos Megalíticos de Alcalar

Uma produção Rizoma Lab - Associação Cultural

 

“Os Sons Daqui” é a primeira de duas propostas de SONDA, um projecto de Pedro Glória, apresentadas pela Rizoma Lab - Associação Cultural no âmbito da edição de 2017 do programa DiVaM - Dinamização e Valorização de Monumentos, iniciativa da Direcção Regional de Cultura do Algarve e integrado nas Jornadas Europeias do Património. 

Ao lusco-fusco, na passagem do dia para a noite na data do Equinócio de Outono, os Monumentos Megalíticos de Alcalar, abrem as suas portas à população, para observar a despedida do Verão e a mudança da estação, da luz e do tempo. 

O público é convidado a fazer um percurso que desvenda um outro olhar sobre este monumento e sobre o espaço que o cerca, um olhar sonoro e visual que transforma a experiência com o espaço e constrói uma ponte entre o passado imutável das pedras e o presente/futuro tecnológico, através dos efeitos audiovisuais sob a forma de instalação/performance, pensada e desenhada especificamente para este local e para este dia.

A experiência terá a duração de cerca de 2 horas, onde livremente o público entra e sai do recinto, sendo a hora privilegiada entre as 19h18m e as 20h02m - hora oficial do início do Outono. 

O projecto Os Sons Daqui centra-se numa intervenção multimédia e ​site specific, organizada especificamente para cada monumento, com base numa recolha prévia de elementos locais que são integrados na performance visual e sonora a acontecer em cada um dos espaços históricos - a segunda acção irá decorrer na Ermida N. Sra. de Guadalupe, no dia 2 de Dezembro.

Os elementos recolhidos partem de uma abordagem directa à comunidade que habita em torno do monumento, explorando os conceitos da ​população acerca deste, através de entrevistas e depoimentos, que permitam colectar material de forma a construir depois uma malha sonora com essas gravações. Esta informação tem como objectivo compilar o que, intuitivamente e partindo do conhecimento empírico, mitológico e filtrado através dos tempos e gerações, gera a impressão, ideia e relação popular com o sítio em questão. Assim trata-se de uma abordagem sócio-etnográfica em contraponto e em desafio saudável com a visão científica da arqueologia. Além destas impressões sonoras gravadas, serão também recolhidas imagens de detalhes do próprio monumento e da sua envolvência que servirão depois para a projecção da textura cromática. 

Cria-se assim o som do espaço, uma experiência sensorial auditiva e visual a partir da fisicalidade do monumento e da envolvente social, com uma abordagem contemporânea e multidisciplinar: som, vozes, frequências e imagens da envolvente projectadas de forma a criar uma ambiência única e estimulante, trazendo as novas tecnologias para dentro de um espaço megalítico.

 

Direcção artística: Pedro Glória |Produção e Comunicação: Luísa Baptista - contacto 966803707 | Fotografia: Fátima Vargas | Edição vídeo e design gráfico: Teresa Sousa | Live Visuals: Alice Aires | Apoio: LAC - Laboratório de Actividades Criativas
Teasers: 
SONDA - Os Sons Daqui I ( https://goo.gl/6sHkak 
SONDA - Os Sons Daqui II (https://goo.gl/vXuV1g

Galeria