Galeria Lar // detalhe // Ciclo de Cinema

Subscrever newsletter
Ciclo de Cinema

Ciclo de Cinema na Galeria Lar, no âmbito do Festival Verão Azul, uma produção da casaBranca

 

O Ornitólogo um filme de João Pedro Rodrigues

18 de Outubro às 21H30

Duração: 118 min | M/16 | Ano: 2016

(entrada livre) 

 

Sinopse

Fernando, um ornitólogo solitário, é engolido pelos rápidos quando descia um rio perdido no Norte de Portugal, em busca de cegonhas pretas, uma espécie ameaçada. Salvo das águas por duas chinesas em peregrinação a Santiago de Compostela, penetra numa floresta sombria e misteriosa ao tentar regressar onde partiu. Mas, pouco a pouco, obstáculos e encontros inesperados colocam-no à prova, surpreendem-no, violentam-no e conduzem-no a actos extremos que o vão transformar. Gradualmente, Fernando revela-se um outro homem: inspirado, múltiplo, e, finalmente, iluminado.     

 

João Pedro Rodrigues começou por estudar biologia para se tornar ornitólogo, mas depressa desistiu a favor do cinema, formando-se na Escola Superior de Teatro e Cinema. A sua obra explora o desejo humano em todas as suas aparências e disfarces, reflectindo a multifacetada história da sétima arte, desde os géneros clássicos até ao cinema documental e experimental. Realizou cinco longas-metragens: O Fantasma (2000), Odete (2005), Morrer como um Homem (2009), A Última Vez que vi Macau (2012) – co-realizado com João Rui Guerra da Mata - e O Ornitólogo (2016). Também realizou diversas curtas-metragens, algumas das quais com Guerra da Mata, um corpo de trabalho que os realizadores gostam de chamar os seus “filmes asiáticos”. Os filmes de João Pedro Rodrigues estrearam-se e foram galardoados nos principais festivais de cinema mundiais, incluindo Cannes, Veneza, Locarno e Berlim.

 

... 

 

Amanhã um filme de Cyril Dion e Mélanie Laurent

19 Outubro às 21H30 

Duração: 118 min | FR - 2015 | Documentário | M/12

(entrada livre) 

 

Sinopse 

E se mostrar soluções, contar uma história positiva, fosse a melhor forma de resolver as crises ecológicas, económicas e sociais que atravessam o nosso mundo? Após a publicação de um estudo que anuncia a possibilidade do desaparecimento da humanidade até 2100, Cyril Dion e Mélanie Laurent partiram com uma equipa de quatro pessoas para investigar em dez países aquilo que poderá provocar esta catástrofe e, sobretudo, como evitá-la.

Durante a sua viagem encontraram pioneiros que têm reinventado a agricultura, a energia, a economia, a democracia e a educação. Ao juntarem todas estas iniciativas positivas começam a ver emergir aquele que poderá ser o mundo de amanhã…

 

... 

 
 

Espanha Contracorrente  um filme de Markus Toth

21 Outubro às 18H00 

Duração: 42min | AUS – 2016 | Documentário | M/12

Filme em espanhol, legendado em Inglês 

(entrada livre) 

 

Sinopse  

Há muita coisa a acontecer em Espanha neste momento: a economia está lentamente a recuperar, a paisagem política está a mudar e novos movimentos como o Ciudadanos e o Podemos estão a ganhar força. Contudo, depois das eleições em Dezembro de 2015 ainda não existe um acordo para a formação de um novo governo e a maior parte dos problemas que surgiram durante a crise económica e financeira ainda afectam a maioria da população. Ainda que consequências como o desemprego, despejos, salários mais baixos, etc causem situações difíceis, uma crise como a que existiu em Espanha é também um momento especial de reflexão. Pessoas que em circunstâncias normais não mudariam os seus hábitos e comportamentos subitamente começam a abrir novos caminhos. É difícil colocar em números o que alcançam mas uma coisa é certa, depois dos protestos e manifestações há uma série de pessoas a mostrarem-nos alternativas em diferentes áreas como as finanças,  a política, serviços básicos e nutrição, comunicação e comércio. Apesar de todos os desafios, acreditam que a mudança a partir de baixo é possível.