MENU_ // detalhe // Concerto a Solo, com Sérgio Pelágio (Festival Verão Azul)

Subscrever newsletter
Concerto a Solo, com Sérgio Pelágio (Festival Verão Azul)

Concerto a Solo, com Sérgio Pelágio

Concerto

06 de Novembro às 21:30

Duração: 90 minutos

Local: LAC - Laboratório de Actividaes Criativas

M/6 Anos

Bilhetes: Menores de 18 Anos - 3€ / Maiores de 18 Anos - 5€

Reservas AQUI (Link)

Festival Verão Azul (Link)

 

Sinopse

Ao longo deste ano, para além do looper e de efeitos na guitarra, o músico e compositor Sérgio Pelágio tem vindo a incluir mais máquinas no seu setup. Recorre ao uso do computador, sons pré-gravados, vários gadgets e a uma caixa de ritmos. Há muito tempo que imaginava uma caixa de ritmos que tocasse variações aleatórias e, finalmente, um jovem inventor inglês lembrou-se de construir uma, afirma.


Interessado desde sempre em métricas menos comuns, passou a ter uma maneira de as experimentar e praticar de uma forma muito mais orgânica e divertida. E foi assim que começou a aparecer muita da música que faz agora e que depois se desenvolveu a acompanhar narrações imaginárias de textos de Edward Snowden, poemas de Emily Dickinson ou contos de Clarice Lispector.

 

 

Ficha Artística

Guitarra eléctrica e acústica, loops: Sérgio Pelágio

 

 

Bio

Sérgio Pelágio estudou em Nova Iorque com o guitarrista John Abercrombie. Tocou, entre outros, com David Liebman, Andy Sheppard, Graham Haynes, Frank Lacy, Norma Winston, John Abercrombie, Sylvia Cuenca, David Binney, Mário Franco (CD’s Our Door – 2013 e Rush – 2017), Bernardo Sassetti e Mário Laginha (CD Hoje – 1994). Criou o grupo IDEFIX (CD Idefix Live – 1991). Trabalha regularmente como compositor para dança (CD Bandas Sonoras – 2002) tendo colaborado com Paulo Ribeiro, Paula Massano, João Galante, Teresa Prima, Vera Mantero, Francisco Camacho e Sílvia Real. Criou em 2009 o projecto para a infância Histórias Magnéticas (CD Histórias Magnéticas, 2018). A sua música integrou filmes de Rita Nunes, Paulo Abreu e Bruno de Almeida.

 

 

Galeria